A Carregar...
Imagem

Diário do Minho: "2022 foi «ano de afirmação» da AEMinho"

A AEMinho registou uma subida de associados e de ações.

O ano que agora finda foi, para a Associação Empresarial do Minho, «de afirmação», tendo sido o segundo ano de atividade da no qual o foco foi crescer, «não só em número de associados», com um aumento de 68% em relação ao ano de estreia, mas também «em número ações e, acima de tudo, na relevância que essas mesmas ações têm nas empresas».


Em comunicado, a associação adianta que este segundo ano de atividade conta com um volume total de faturação dos seus associados de 12.000 milhões de euros, «alcançados pelas quase duas centenas de associados, com um volume de exportações de cerca de 3,5 milhões de euros, criando emprego para cerca de 45.000 pessoas».


Perspetivando 2023, o destaque vaipara a criação do Cluster da Energia. «A promoção de transferência de conhecimento que permita dotar os quadros médios e superiores das empresas de maior capacidade competitiva e maior lastro de base para o momento de decidir, optar, visionar o futuro das suas organizações é uma meta a que nos propomos», explica.




29/12/2022